quarta-feira, 30 de junho de 2010

não

presença.

não



presença.




vazio.




vazio.


vazio.



vazio.
finalmente o meu companheiro de blog, Hugo Giazzi, resolveu fazer alguma coisa nessa bosta. até então eu carregava isso nas costas.
"O amor é feio
Tem cara de vício
Anda pela estrada
Não tem compromisso

O amor é isso
Tem cara de bicho
Por deixar meu bem
Jogado no lixo

O amor é sujo
Tem cheiro de mijo
Ele mete medo
Vou lhe tirar disso

O amor é lindo...

O amor é lindo
Faz o impossíve
O amor é graça
Ele dá e passa

O amor é livre
O amor é livre
O amor é livre
O amor é livre"

Nota.

Andreza, sua puta.

Muda esta porra de imagem de fundo. Coloca tudo branco de novo.

É. Eu não consigo. Sou um planeta de ignorância.